Será possível conhecer todo o mundo numa só vida?

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Minha vida de Housekeeper na Irlanda I

Como vocês sabem eu mudei de emprego, não sou mais Au Pair e trabalho como Housekeeper (faxineira) desde o dia 10/04/2012. Eu viajei para a Inglaterra e vim direto para Malahide, já havia deixado as malas na casa atual antes da viagem. 
O horário aqui é bem puxado, trabalho de 09:00hs às 19:30hs com 2 horas de descanso de segunda à sábado, a casa é um luxo, tem 3 andares, 7 quartos, 2 escritórios, 10 banheiros, sala de estar, sala de jantar, bar, cozinha, área de serviço e academia. O meu quarto parece um quarto de hotel de tão confortável, o salário de 250,00 euros por semana (live in) também compensa. 
A patroa atual é muito exigente, daquelas que passa o dedo para conferir se está limpo, se não estiver do agrado pede para fazer novamente, ela até me fez chorar no meu terceiro dia aqui, é uma pessoa bacana mas tem que saber levar, ela fica repetindo mil vezes a mesma coisa.
O trabalho é cansativo, mal tenho tempo de parar para tomar um café, nos primeiros dias eu terminava o dia completamente esgotada, com dores nas pernas e nos braços, tive alergia nas mãos por causa dos produtos fortes que são utilizados na limpeza, teve um dia que eu nem tive força de levantar para apagar a luz de tão cansada e dormi com a luz acesa, muito menos tive força de sair para encontrar meus amigos. Com o passar dos dias o corpo vai se adaptando a nova rotina.
Então estava em reflexão se valia a pena continuar na Irlanda, porque já estou aqui há 1 ano e 7 meses, já terminei meus cursos de inglês e Business, acho que não faz mais sentido trabalhar em sub-emprego se os meus objetivos já foram atingidos, tendo em vista que eu tenho uma profissão no Brasil. Eu até ficaria mais tempo se fosse em um emprego melhor, infelizmente não tive sucesso apesar das inúmeras tentativas e de ter um passaporte europeu, acredito que nada nesta vida acontece por acaso. 
Meu coração está batendo mais forte, dizendo que o momento de partir para a realidade chegou, pôr os pés no chão e retomar o que ficou para trás, a fim de descobrir outros ares, outras pessoas, ou reatar novamente os laços feitos no meu país de origem. Agora só me resta ter coragem para informar a minha chefe que eu vou embora se mal cheguei... afff!!
Fiquem atentos as cenas dos últimos capítulos!! 

2 comentários:

  1. Se vc já está com esta sensação é pq está na hr de voltar...Vc fez muita coisa, muito mais que muitos não farão a vida toda.Muito guerreira vc é!Espero ter a metade da força que vc tem quando eu chegar aí..Intercâmbio não é para os fracos..já percebi antes de chegar.
    Parabéns pelas conquistas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela visita e comentário. Vc tem razão, intercâmbio não é para os fracos, muitos pensam que aqui é um mar de rosas, mas estão muito enganados, é uma experiência incrível, mas tem que saber aproveitar a oportunidade e ter muita garra.
      Torço para que dê tudo certo para vc tb!!
      Um abraço,

      Excluir

text-align: justify;

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...